quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Mais um projeto sendo implementado

CURSO DE PINTURA EM TECIDO -  MANARI 2010

Pão é Vida em agosto 2009 esteve em Manari onde realizou projetos (fantoches e peças de teatro) distribuição de donativos (cestas básicas, roupas e alimentos) para famílias. Assim mais um município do Semi árido recebia ações a ONG Pão é Vida.
Em setembro 2010 iniciamos em Manari o curso de pintura em tecido para as mulheres do município, que tem a voluntária Sirleide na coordenação e execução.
Os gêmeos Ítalo e Yasmim também de Manari (Órfãos para quem realizamos campanha do leite NAN1 no início do ano de 2010) estão com 7 meses, continuam sob a guarda da avó materna, que chorou de alegria ao nos receber novamente e mandou abraços para aqueles que ajudaram na campanha.
                                SÍTIO DAS BAIXAS - DIVISA AL/ PE
Durante visita a uma comunidade que fica na divisa de Pernambuco com Alagoas a sensação que tivemos era de termos voltado no tempo...
Casinhas de taipa sem mobília alguma, crianças sem acesso a escola. Lindas crianças que aos 8 ou 9 anos que não possuem uma escova de dente... Os brinquedos são cacos de telha...
Porque essas pessoas e tantas outras em situação de vulnerabilidade social ainda são invisíveis em nossa sociedade?
Outro dia lemos um artigo publicado aqui no Brasil, onde a escritora Lya Luft escrevia sobre os “filhos do lixo”. Ela citava para muitas pessoas eles são “o lixo do Brasil”
Sei que muitos dirão que não conseguiremos mudar o mundo, mas podemos mudar realidades com nossas atitudes.
Estamos mobilizados para levar alimentos, escovas e creme dental para essas famílias.
(81) 9752 01 40 (TIM) 9278 9315 (CLARO) Ronaldo / Joana. Acesse nosso site http://www.paoevida.org/
Lique, se informe sobre os pontos de coleta em PE

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Acidentes de trânsito no interior de PE

Entre 2007 e 2009 houve um aumento de 244% em acidentes em Santa Cruz do Capibaribe
Santa Cruz do Capibaribe é um município brasileiro do estado de Pernambuco. Sendo a terceira maior cidade do Agreste Pernambucano em população com 80.330 habitantes segundo IBGE/2009, atrás apenas de Caruaru e Garanhuns. Santa Cruz do Capibaribe além de uma cidade pólo é a maior produtora de confecções de Pernambuco. É também conhecida como a Capital da Sulanca.

Entre 2007 e 2009 houve um aumento de 244% em acidentes em Santa Cruz do Capibaribe
Em 2007 foram 243 acidentes onde 6 foram óbito
Em 2008 foram 411 acidentes onde 18 foram óbito
Em 2009 603 acidentes 23 foram óbito
Fonte: SAMU
                  CONSTANTES ATROPELAMENTOS E DESRESPEITO AS LEIS DE TRÂNSITO
Outro fato que está assustando os moradores de santa Cruz é o aumento do número de pedestres atropelados...
Por volta das 19h00min, de ontem, sábado, dia 28 de agosto 2010, o produtor de eventos, Carlos Herber da Silva, de 34 anos de idade, residente na Av. Raimundo Francelino Aragão, no centro da cidade de Santa Cruz do Capibaribe. Proprietário da Herbes Produções e Eventos, foi atropelado na PE-160, nas imediações do bairro Bela Vista, próximo a casa de Shows Oba-Ôba na Capital da Sulanca.
Segundo informações repassadas a reportagem do Agreste Notícia, Carlinhos Herbes como é mais conhecido, foi surpreendido por um Toyota Bandeirante, de cor Azul, ano 1969, placas KKS-9746.
O veículo era conduzido por José Alves da Silva, de 46 anos de idade.
Já Carlinhos Herbes foi socorrido para o Hospital Municipal.
Devido à gravidade dos ferimentos ele foi transferido para outra unidade de saúde na Capital Sulanca.
Dia 29 de agosto outro atropelamento com vítima fatal. De acordo com as informações a senhora Marly foi atingida por uma motocicleta na saída da missa que fora realizada na Igreja de São Cristóvão, na Avenida 29 de Dezembro. Lamentavelmente Santa Cruz registra mais um triste número da violência no trânsito. Nem ao buscar as palavras de Deus e o consolo diário nas atividades da igreja as pessoas estão livres dessa loucura que tem se tornado o trânsito em Santa Cruz do Capibaribe.
Fonte: Patrulha do Agreste
Lamentavelmente as leis de trânsito não estão sendo respeitadas. A maior parte da população da cidade vive escravizada pela demanda do urgente e isso os faz subir calçadas, para furar fila do semáforo,parar na contramão em ruas estreitas... Interditar a passagem dos demais... "os donos da cidade" param  seus carros no meio da rua e saiem para fazer as mais diversas e demoradas atividades.
Quantos irão morrer para que de fato faça-se uma fiscalização rigorosa nas ruas da capital da sulanca e do desrespeito?

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Nordestinês, um vocabulário interessante!

O Nordestinês

Nordestino não fica solteiro, ele fica "solto na bagaceira".
Nordestino não vai embora, ele "pega o beco".
Nordestino não diz 'concordo com você', ele diz:
issssso, homi!!
Nordestino não conserta, ele "imenda".
Nordestino quando se empolga, fica com a "mulesta dos cachorro".
Nordestino não bate, ele 'senta-le' a mão.
Nordestino não bebe um drink, ele "toma uma".
Nordestino não é sortudo, ele é "cagado".
Nordestino não corre, ele "dá uma carreira".
Nordestino não malha os outros, ele "manga".
Nordestino não conversa, ele "resenha".
Nordestino não toma água com açúcar, ele toma "garapa".
Nordestino não mente, ele "engana".
Nordestino não percebe, ele "dá fé".
Nordestino não sai apressado, ele sai "desembestado".
Nordestino não aperta, ele "arroxa".
Nordestino não dá volta, ele "arrudeia".
Nordestino não espera um minuto, ele espera um "pedacinho".
Nordestino não é distraído, ele é "avoado".
Nordestino não se irrita, ele se "arreta".
Nordestino não fica com vergonha, ele fica encabulado, todo errado.
Nordestino não passa a roupa, ele "engoma".
Nordestino não ouve barulho, ele ouve "zuada".
Nordestino não acompanha casal de namorados, ele "segura vela".
Nordestino não rega as plantas, ele 'agoa'.
Nordestino não quebra algo, ele "tora".
Nordestino não é esperto, ele é "desenrolado".
Nordestino não é rico, ele é um cabra "estribado".
Nordestino não é homem, ele é "macho".
Nordestino não é gay, ele é "bicha".
Nordestino não pede almoço, ele pede o "de cumê".
Nordestino não lancha, "merenda".
Nordestino não fica satisfeito quando come, ele "enche o bucho".
Nordestino não dá bronca, dá "carão".
Nordestino quando não casa, ele fica "amigado".
Nordestino não tem diarréia, tem "caganeira".
Nordestino não tem mau cheiro nas axilas, ele tem "suvaqueira".
Nordestino não tem perna fina, ele tem "cambitos".
Nordestino não é mulherengo, ele é "raparigueiro".
Nordestino não joga fora, ele "avoa no mato".
Nordestino não vigia as coisas, ele "fica tucaiando".
Nordestino não se dá mal, "se lasca todinho".
Nordestino quando se espanta não diz: - Xiiii! Ele diz: Viiixi Maria! Aff Maria!
Nordestino não vê coisas do outro mundo, ele vê "malassombros".
Nordestino não é chato, é "cabuloso".
Nordestino não é cheio de frescura, é cheio de "pantim".
Nordestino não pula, "dá pinote".
Nordestino não briga, "arenga".
Nordestina não fica grávida, fica "buchuda".