quarta-feira, 18 de maio de 2011

O plantio de hortaliças já é realidade nas Baixas


Um lugar inóspito no meio do Sertão famílias vivendo em situação de abandono social. 
Um dos nossos desafios era desenvolver ações contínuas despertando habilidades dos moradores... 

O plantio de hortaliças já é realidade por lá... Coentro, beterraba, alface... em um local onde nada se plantava, Isso é maravilhoso! 
Após uma capacitação realizada com 12 famílias das Baixas realizada por técnicos na comunidade.
Descobrir o potencial regional de cada comunidade e incentivar as pessoas a acreditar na mudança. Esse é o passo inicial para vencer o assistencialismo, que apenas vicia o “cidadão” e fazer com que a miséria seja uma vaga lembrança de um passado recente.
A ONG Pão é vida está investindo na criação de um projeto modelo de fruticultura, em sua base operacional no Sítio Baixa II. O objetivo da instituição é incentivar multiplicação do modelo para outras famílias.

No início de 2010 fomos conhecer mais uma comunidade que fica na divisa de Pernambuco com Alagoas a sensação que tivemos era de ter voltado no tempo... Casas sem mobília, crianças aos 8 ou 9 anos que nunca tiveram uma escova de dente... 
Eles vivem a uns 30 km da cidade de Manari, já no visinho município de Inajá.
Alguns dizem ser descendentes de índios, possuem até um ritual chamado Toré. Existe até um projeto da FUNAI para reconstruir a aldeia e proteger o TORÉ como "patrimônio histórico", isso tem sido esperado...
Iniciamos em novembro de 2010 uma campanha denominada NATAL COM MESA FARTA, o alvo era levarmos um caminhão de alimentos para essa região de difícil acesso. O objetivo foi alcançado graças à solidariedade de diversos parceiros.
No dia 04 de dezembro 2010 realizamos a entrega das cestas nos sítio das Baixas.
A equipe da ONG Pão é Vida que já desenvolveu outros projetos no Sertão do Moxotó: pintura em tecido e customização.

As crianças ganharam kits contendo escova, creme dental e sabonete, durante ação a Dra Pollyanna ensinou como escovar os dentes corretamente. Os fantoches foram utilizados para mostrar às crianças a importância da higiene bucal.
Uma das experiências mais marcantes pra gente foi quando vimos um sertanejo magro pela  estrada, andava em um jumento e carregava uma espingarda e um alforje vazio.
Paramos ao lado dele, Ronaldo abordou ele perguntando se aceitaria uma cesta de alimentos, ao que ele prontamente disse sim. Ao receber os mais de 30 kg de alimentos, com voz embargada disse: Moço está vendo aquela serra lá longe, saí de lá ao nascer do sol, em busca de uma caça, e até agora não encontrei nada, (eram aproximadamente 14:00h). Deus ama você, e esse amor está sendo expresso através dessa ação...

O sertanejo tirou o chapéu e ergueu aos céus, abraçou o Ronaldo com olhos marejados. Vimos que ele ficou sem palavras...
Precisamos de apoio financeiro para que possamos avançar com o objetivo de implementar projetos nas comunidade onde com a ajuda de parceiros.

VOCÊ PODE CONTRIBUIR SE DESEJAR: ASSOCIAÇÃO PÃO É VIDA - AG: 0361- 1 CONTA CORRENTE 15.422-9 - BANCO DO BRASIL.

Nenhum comentário: