terça-feira, 22 de maio de 2018

MUTIRÃO SOLIDÁRIO FOI REALIZADO NO MÊS DAS MÃES.

A maioria das mães do Sertão, vivem sem acesso à direitos básicos "garantidos" na constituição de 1988, porém não efetivados. A maioria ainda depende de programas de transferência de renda. Conforto é palavra desconhecida por elas... Quem conhece o cotidiano destas sertanejas sabe o quanto a maioria delas trabalham duro. Além cuidar dos filhos, carregam lenha de baixo de um sol causticante, buscam água em lombos dos jumentos, cuidam do marido, da casa, dos filhos, lavam roupas e ainda limpam o chão, sem reclamar.
Em maio, tivemos 2 programões especiais para comemorar o dia das mães. No 2º domingo de maio foi um tempo para as mães ouvir sobre educação de filhos, e a linha tênue entre amar e estabelecer limites. Todas as mães  receberam lembrancinhas no final da palestra. No domingo dia 20, tivemos um mutirão solidário no sítio Baixas: com cortes, escovas, penteados, manicure, juntamos as panelas em um almoço solidário para mães, filhos e voluntários presentes. Foi muito especial receber voluntários de Manari aqui nas Baixas, galera motivada e disposta fazer o bem, não foi a primeira vez que vieram. Ficamos felizes por recebê-los aqui novamente.

No 2º domingo Joana D´arc, que é voluntária na ONG Pão é Vida como assistente social e também idealizadora da iniciativa, recebeu uma homenagem pelo dia do assistente social, comemorado no dia 15 de maio. São os profissionais do serviço social atuam também para o desenvolvimento e bem-estar social dos agricultores e suas famílias:
  • Levam orientações básicas de saúde, de saneamento e da alimentação.
  •  Busca estimular as famílias rurais para um maior e melhor aproveitamento dos alimentos disponíveis na região, por meio da conservação, industrialização caseira e armazenamento.
  •  Incentivar comercialização de artesanato e produtos de conservação e industrialização caseira, objetivando o aumento da renda familiar.
  • Promover atividades voltadas à educação formal e informal das famílias rurais, no sentido de integra-las ao desenvolvimento social do Estado.
  •  Ser agente de mudanças de hábitos e costumes, adaptando-os às culturas e a valores das comunidades rurais.
  •  Apoio a eventos. Fonte: Family farming and social work.
Agradecemos a todos que colaboraram, tudo foi feito com esforço e amor para as mães do Sertão. Nas duas programações alusivas ao mês das mães, foi realizado um sorteio de brindes, onde 43 mães foram contempladas com diferentes prêmios.
É importante frisar que nos últimos 12 anos em que atuamos em 5 estados brasileiros, nunca estivemos envolvidos com política partidária, embora não faltasse convites
Nossa vocação enquanto instituição é ser útil sem fazer distinção, Nossa meta ao chegar em cada comunidade  é mobilizar, unir, compartilhar. 
 Já que estamos em ano eleitoral, é importante fazer a ressalva sobre nossa postura.  Embora não tenhamos nada contra quem desenvolve projetos sociais e se lança na política, escolhemos atuar  sem viés politico partidário.  
Seguimos a lógica de fazer o bem, sem esperar por verbas públicas, o que é desafiador, pois são os próprios voluntários, parceiros e fundadores quem doam para custear os projetos e programas.
Deposite sua contribuição: BANCO DO BRASIL - AGÊNCIA: 0361-1 CONTA CORRENTE: 15.422-9 - EM NOME DA ASSOCIAÇÃO PÃO É VIDA - CNPJ: 08.316521/0001-64
INAJÁ - Sítio baixa II - Divisa com município de Manari - PE.
SÃO PAULO: Diógenes Taborda 16, Casa II - Jd Eledy - CEP: 058.56-030.
CURRAIS NOVOS: Av. Rodolfo Pereira , 422 - Parque Dourado.
A ONG Pão é vida aceita doações e precisa de braços que apoiem a causa!