segunda-feira, 6 de agosto de 2018

DESAFIOS PARA PROMOVER SAÚDE BUCAL NO SERTÃO.

Temos feito um trabalho de empoderamento na região onde estamos inseridos, no Sertão do Moxotó.  Não um processo fácil, mas é possível. Muitos que ouvem sobre seus direitos, se deslocam em busca deles, mas direito só é direito, se for efetivado! O Sertão do Moxotó não sabe que o "Brasil sorridente" existe, ou seria o inverso?
Quem possui dentes bem cuidados, por poder pagar um dentista, não imagina como são os dentinhos das pessoas dos rincões do Brasil. Somos gratos por ver que Deus tem enviado excelentes profissionais, que doam seu tempo para cuidar dos povos do Sertão do Moxotó. No mês de julho 2018, foram mais de 100 diferentes procedimentos realizados por dentistas voluntários, no consultório odontológico do Sertão. Nossos desafios são constantes, um exemplo prático, é o material clínico para os procedimentos, que é comprado e custa caro. Muitas pessoas não fazem ideia do esforço empreendido para que tenhamos tudo, para o pleno funcionamento de um espaço assim.
Nos últimos meses, a Dra, Meire, Ricardo, Jéssica e Igor Basto, foram os profissionais que atenderam pacientes aqui no Moxotó. Faz mais de 3 anos que Dra. Lady e Dr. Ricardo Borges disseram: - Joana, estamos juntos nisso, vamos levar saúde bucal ao Sertão de Pernambuco. Agora vemos Deus enviando outros para compor a equipe.
Dra. Jéssica com Mateus e o paciente Samuel, em sue visita ao dentista.
Se desejar cooperar com os projetos da ONG Pão é Vida: Temos conta institucional no BANCO DO BRASIL- AGÊNCIA: 0361-1 CONTA CORRENTE: 15.422-9.  Não contamos com ajuda financeira governamental, não temos convênios com poder público. Nossas ações são realizadas com doações voluntárias de pessoas físicas e ou jurídicas.
NOSSOS ENDEREÇOS:
PERNAMBUCO: INAJÁ - SITIO BAIXA II - ZONA RURAL
SÃO PAULO: Diógenes Taborda 16, Casa II - Jardim Eledy - CEP: 058.56-030. Twitter: http://twitter.com/#!/ongpaoevida - Whats: (81) 997520140
Fan page: https://www.facebook.com/ongpaoevida/


quarta-feira, 27 de junho de 2018

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO NO SERTÃO.

O penúltimo final de semana de junho no Nordeste, é marcado por festas juninas, e muitos aproveitaram visitar parentes, viajar, descansar. Não foi assim para nós que fazemos a ONG Pão é Vida.  Tivemos um fim de semana de atendimento no consultório odontológico do Sertão. Dezenas de pacientes (adultos e crianças) forma atendidos por Dr. Ricardo e Dra. Lady, metade deles fizeram mais de 1 procedimento, (restauração + extração).
Embora o programa Brasil Sorridente do governo federal divulgue em seu portal que 70,6 milhões de brasileiros tem acesso a saúde bucal. Os habitantes do Sertão do Moxotó reclamam que vão ao PSF é inútil, sempre voltam sem atendimento; são informados não haver material para os procedimentos básicos.
Não temos como dar conta da demanda que é grande, e de responsabilidade do poder público. (Possui verbas para efetivar as políticas públicas). O que fazemos aqui é fruto de um trabalho voluntário.
Em muitas situações somos nós, os voluntários que nós quem juntamos para custear os projetos. Recentemente precisamos de um compressor maior e construir um espaço de alvenaria para abriga-lo. Foi a união de pessoas amigas que tornou possível a compra. Depois tínhamos que instalar.  O técnico veio fazer o serviço. Após terminar toda instalação, se comoveu de ver o esforço de todos nós, e deixou o serviço por um valor simbólico. Ele se deslocou do Recife até o Sertão, exclusivamente para fazer a instalação do compressor e um reparo na cadeira odontológica. Somos gratos a cada um daqueles que se recusa ficar inerte, mesmo tendo suas prioridades, se dispõe cooperar com o projeto que leva saúde bucal para quem precisa.
Faz mais de 3 anos que Dra. Lady e Dr. Ricardo Borges disseram: - Joana, estamos juntos nisso, vamos levar saúde bucal aos sertanejos. Na sexta feira dia 22 de julho, eles enfrentaram estradas péssimas para chegar até o Sertão do Moxotó. Eles possuem um carro bom, mas quem quer usar seu carro em estradas horríveis para ser voluntário? Poucos, bem poucos! Não é sempre que profissionais da área de saúde, rodam 860 KM para fazer diferença na vida de alguém. A ação poderia ter sido com dentistas que moram em cidades mais próximas? Sim, poderia, mas empolgação, é muito diferente de comprometimento.
Eles nunca se recusaram vir por ser longe, ou ter um péssimo acesso. Quando coloquei no papel o projeto para o Moxotó, até imaginava as pessoas se mobilizando para adentrar os sertões e abençoar vidas. Mas, quem era eu? Porque alguém se importaria com aquilo eu me importava? Nos últimos 12 anos, enquanto expectadores ficaram observando, e pasmem, alguns até torcendo para os projetos não irem adiante, vieram os realizadores e fizeram diferença na vida das pessoas... São Já eles, paulistanos, gaúchos, Pernambucanos, catarinenses, alemães, americanos. Médicos, dentistas, professores, empresários, arquitetos, dentistas, pastores, levitas, treinadores, coachies, psicólogos, assistentes sociais. Gratidão à Deus, e Ele quem traz cada pessoa até o Sertão do Moxotó. Ricardo Borges, Lady Meire, Marcio (técnico da Gnatus) em nome da comunidade e da Pão é Vida, recebam nosso agradecimento.
OUTRAS NECESSIDADES PARA MANUTENÇÃO DO PROJETO
Todo material clínico precisa ser comprado, tem sido custeado pela ONG, precisamos de mais instrumentais e parceiros que adotem o projeto. 
Graças ao apoio de 1 cristão do Rio de Janeiro estamos colocando o gesso, precisamos climatizar o ambiente, não é luxo. Na maior parte do tempo a temperatura beira os 40 graus, atender nestas condições é desafiador.
TITULARIDADE: Associação Pão é Vida - CNPJ: 08.316521/0001-64
Deposite sua contribuição para: ASSOCIAÇÃO PÃO É VIDA - Agência: 0361-1 Conta corrente: 15.422-9 - Banco do Brasil.  
INAJÁ – Espaço social e consultório no Sítio Baixa II
SÃO PAULO: Rua: Diógenes Taborda 16, Casa II – Jd. Eledy - CEP: 058.56-030.

Fan page: https://www.facebook.com/ongpaoevida/
Não temos convenio com poder público, nossas ações de desenvolvimento local & geração de renda, até hoje, foram realizadas com doações voluntárias de pessoas físicas e ou jurídicas. 



terça-feira, 22 de maio de 2018

MUTIRÃO SOLIDÁRIO FOI REALIZADO NO MÊS DAS MÃES.

A maioria das mães do Sertão, vivem sem acesso à direitos básicos "garantidos" na constituição de 1988, porém não efetivados. A maioria ainda depende de programas de transferência de renda. Conforto é palavra desconhecida por elas... Quem conhece o cotidiano destas sertanejas sabe o quanto a maioria delas trabalham duro. Além cuidar dos filhos, carregam lenha de baixo de um sol causticante, buscam água em lombos dos jumentos, cuidam do marido, da casa, dos filhos, lavam roupas e ainda limpam o chão, sem reclamar.
Em maio, tivemos 2 programões especiais para comemorar o dia das mães. No 2º domingo de maio foi um tempo para as mães ouvir sobre educação de filhos, e a linha tênue entre amar e estabelecer limites. Todas as mães  receberam lembrancinhas no final da palestra. No domingo dia 20, tivemos um mutirão solidário no sítio Baixas: com cortes, escovas, penteados, manicure, juntamos as panelas em um almoço solidário para mães, filhos e voluntários presentes. Foi muito especial receber voluntários de Manari aqui nas Baixas, galera motivada e disposta fazer o bem, não foi a primeira vez que vieram. Ficamos felizes por recebê-los aqui novamente.

No 2º domingo Joana D´arc, que é voluntária na ONG Pão é Vida como assistente social e também idealizadora da iniciativa, recebeu uma homenagem pelo dia do assistente social, comemorado no dia 15 de maio. São os profissionais do serviço social atuam também para o desenvolvimento e bem-estar social dos agricultores e suas famílias:
  • Levam orientações básicas de saúde, de saneamento e da alimentação.
  •  Busca estimular as famílias rurais para um maior e melhor aproveitamento dos alimentos disponíveis na região, por meio da conservação, industrialização caseira e armazenamento.
  •  Incentivar comercialização de artesanato e produtos de conservação e industrialização caseira, objetivando o aumento da renda familiar.
  • Promover atividades voltadas à educação formal e informal das famílias rurais, no sentido de integra-las ao desenvolvimento social do Estado.
  •  Ser agente de mudanças de hábitos e costumes, adaptando-os às culturas e a valores das comunidades rurais.
  •  Apoio a eventos. Fonte: Family farming and social work.
Agradecemos a todos que colaboraram, tudo foi feito com esforço e amor para as mães do Sertão. Nas duas programações alusivas ao mês das mães, foi realizado um sorteio de brindes, onde 43 mães foram contempladas com diferentes prêmios.
É importante frisar que nos últimos 12 anos em que atuamos em 5 estados brasileiros, nunca estivemos envolvidos com política partidária, embora não faltasse convites
Nossa vocação enquanto instituição é ser útil sem fazer distinção, Nossa meta ao chegar em cada comunidade  é mobilizar, unir, compartilhar. 
 Já que estamos em ano eleitoral, é importante fazer a ressalva sobre nossa postura.  Embora não tenhamos nada contra quem desenvolve projetos sociais e se lança na política, escolhemos atuar  sem viés politico partidário.  
Seguimos a lógica de fazer o bem, sem esperar por verbas públicas, o que é desafiador, pois são os próprios voluntários, parceiros e fundadores quem doam para custear os projetos e programas.
Deposite sua contribuição: BANCO DO BRASIL - AGÊNCIA: 0361-1 CONTA CORRENTE: 15.422-9 - EM NOME DA ASSOCIAÇÃO PÃO É VIDA - CNPJ: 08.316521/0001-64
INAJÁ - Sítio baixa II - Divisa com município de Manari - PE.
SÃO PAULO: Diógenes Taborda 16, Casa II - Jd Eledy - CEP: 058.56-030.
CURRAIS NOVOS: Av. Rodolfo Pereira , 422 - Parque Dourado.
A ONG Pão é vida aceita doações e precisa de braços que apoiem a causa! 

quinta-feira, 12 de abril de 2018

INICIAMOS O PROJETO DE ALFABETIZAÇÃO NA ONG PÃO É VIDA.


Sentamos no último final de semana de março 2018.com Elton e Bel, (Rio de Janeiro) e Rita e Missias (pedagogos da comunidade.  Com apoio de cristãos do Rio de janeiro, decidimos dar início ao projeto de alfabetização para crianças da Baixa II, que vinha sendo planejado desde o ano passado.
Iniciamos dia 10 de abril, o projeto de alfabetização na Baixa II - zona rural de Inajá. As aulas acontecem 3 vezes por semana. O projeto é totalmente gratuito, com direito à lanche e material didático. A Rita, pedagoga da própria comunidade é responsável por ministrar as aulas.

A Joana D´arc, que é assistente social e idealizadora da ONG Pão é Vida, já realizava atividades pedagógicas. A falta de investimento financeiro, impediu que o projeto iniciasse no ano passado. Gratidão à Deus por prover condições de iniciarmos em 2018.
Inicialmente o alvo do projeto era atender entre 12 -16 crianças, mas no dia da matrícula vieram 40 crianças. Se você puder e quiser contribuir com o lanche deixamos aqui nossos contatos.
Fale com Joana pelo WhatsApp (81) 99752 0140 ou com Elton e Isabel no (81) 95451945.


sexta-feira, 6 de abril de 2018

O PROJETO DE ALFABETIZAÇÃO JÁ TEM DATA PARA COMEÇAR!


No último final de semana, além de atividades com crianças da comunidade, para refletir sobre a páscoa, sentamos com Elton e Isabel, (amigos do Rio de janeiro, que residem em Pernambuco), e também com Rita e Missias (pedagogos), juntos decidimos para dar início ao projeto de alfabetização no sítio Baixa II. O início das aulas será dia 10 de abril 2018, ás 14hs. 
O desafio é grande, as aulas serão 3 vezes por semana com direito a lanche e material didático. Estamos com excelente expectativa tendo como responsável pelo projeto, uma pedagoga (da própria comunidade).
Atualmente as atividades pedagógicas eram realizadas. (voluntariamente) por Joana D´arc, por faltar quem investisse financeiramente, (de modo sistemático). Joana, que é assistente social, e inconformada com o fato da alfabetização não ocorrer na idade certa. As crianças estão no ensino regular cursando 3º, 4º mas não sabem as sílabas, muitos adolescentes no 5º anos não sabiam escrever o próprio nome, e aprenderam em tardes de aprendizado na ONG Pão é Vida. Somos gratos à Deus por prover condições de iniciarmos. Estendemos nossa gratidão para a igreja Batista Missionária de Camurim - RJ. (principal parceira neste projeto). 
Algumas necessidades:  O fardamento, compra de 6 mesas para a sala de aula, e um globo (grande).
Se desejar cooperar com a Pão é Vida: AGÊNCIA: 0361-1 CONTA CORRENTE: 15.422-9 - BANCO DO BRASIL. Não contamos com ajuda financeira governamental, não temos convênios com poder público. Nossas ações são realizadas com doações voluntárias de pessoas físicas e ou jurídicas.
NOSSOS ENDEREÇOS: PERNAMBUCO: INAJÁ - SITIO BAIXA II - ZONA RURAL
SÃO PAULO: Diógenes Taborda 16, Casa II - Jardim Eledy - CEP: 058.56-030. Twitter: http://twitter.com/#!/ongpaoevida - Whats: (81) 997520140
 Fan page: https://www.facebook.com/ongpaoevida/
Diz o artigo 205 da Constituição Federal de 1988: " A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho". Fonte: https://www.direitonet.com.br/conheca?cta_src=popup_artigos

As crianças do Sertão do Moxotó são encantadoras, elas precisam de um ensino digno!


segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

ATENDIMENTO MÉDICO E ODONTOLÓGICO NA BAIXA II

Dias 24\25 de fevereiro de 2018 recebemos aqui um casal amigo, Jordão Félix e a pediatra Gizelda Ferraz, om outro casal (Dra. Joana D´arc e Pr. Omar).  Gizelda e joana estiveram realizando atendimento médico e odontológico gratuito para pessoas carentes.
 O Pr. Omar esposo da dra Joana deu suporte a ela durante o atendimento.
A ONG Pão é vida custeia as despesas do consultório odontológico, e conta com profissionais voluntários para realizar o atendimento. Se desejar cooperar: Deposite sua contribuição: AGÊNCIA: 0361-1 CONTA CORRENTE: 15.422-9 - BANCO DO BRASIL. Não contamos com ajuda financeira governamental, e não temos convênios com poder público. Nossas ações de inclusão social são realizadas com doações voluntárias de pessoas físicas e ou jurídicas.
NOSSOS ENDEREÇOS: PERNAMBUCO: INAJÁ - SITIO BAIXA II - ZONA RURAL
SÃO PAULO: Diógenes Taborda 16, Casa II - Jardim Eledy - CEP: 058.56-030. 
Twitter: http://twitter.com/#!/ongpaoevida
 Fan page: https://www.facebook.com/ongpaoevida/
 Dra. Joana D' arc - com seu esposo e a paciente Edinete, moradoa da Baixa I sendo atendida na Baixa II.
A jovem Alessandra foi atendida pela 2ª vez, aqui no consultório da ONG Pão é Vida
Dia 24 de fevereiro de 2018 - Dra. Gizelda Ferraz - com paciente.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

DENTISTAS ATUAM NO FERIADÃO DE CARNAVAL

Por 2 anos consecutivos tivemos dentistas se voluntariaram para realizar procedimentos aqui no consultório odontológico de Oásis do Moxotó. (Sítio Baixas). Desta vez além de Dr. Ricardo e lady Meire, veio o Dr. Galvão! Recebemos um reforço para suporte nas atividades no feriadão do Carnaval 2018: Samara, esposa do Dr. Galvão, Stella, Suitberto Cavalcanti, Roseane Feitosa e Leonardo. Uma das postagens de uma voluntária dizia: Nada de Caribe, praias famosas, hotéis de luxo... Apenas vida!
Foram 33 procedimentos (extrações, tratamento de canal, profilaxia e restaurações). Mais uma vez a comunidade teve acesso ao atendimento gratuito, e de excelência no consultório odontológico da ONG Pão é Vida. Uma parceria com a Dental ponto.com, em mais uma iniciativa cidadã, trazendo saúde bucal ao Sertão do Moxotó.
Sabemos que saúde, educação e assistência é obrigação do poder público, contudo, quando olhamos o próximo com amor, é impossível ver o sofrimento e não se compadecer. O que fazemos aqui é uma gota em um oceano de necessidades, mas é feito com seriedade e amor, frisou a Joana que é assistente social e idealizadora do projeto. Todo material utilizado é de alta qualidade. Além comprar todo material necessário, provemos também o anti-inflamatório para os pacientes.
Uma das pacientes que realizou tratamento de canal, saiu dizendo: só tenho a agradecer... (vídeo abaixo).
                           
           Matéria do portal no detalhe sobre como se iniciou o consultório ...
Idealizado pelo casal de missionários Joana D’arc e Ronaldo Henzel em 2015, o projeto do consultório odontológico enfrentou uma série de dificuldades, desde a adequação do espaço para a instalação de equipamentos até a mobilização de uma equipe odontológica para efetuar o atendimento médico. “Em maio de 2015 fizemos a publicação pela primeira vez do desafio de montar um consultório odontológico no Sertão do Moxotó. Um ano depois, tínhamos apenas R$ 692,00 para o projeto. Foi quando surgiu o convite de tentarmos algum apoio financeiro para o projeto na Inglaterra,” explicou Joana.
Em solo europeu, Joana contou com o apoio da intérprete, Sara Moura, que a auxiliou nas visitas de apresentação do projeto a amigos e membros de igrejas cristãs, além de realizar bazares beneficentes em diferentes cidades inglesas com peças produzidas pela própria Joana e outras doadas pelo Ateliê Lu Artes. Assim, foi possível conseguir o valor da cadeira odontológica, do compressor de 50 litros e parte do valor da autoclave. Em solo brasileiro, através da iniciativa de voluntários e parcerias, a ONG efetuou a instalação hidráulica e elétrica e adquiriu balcões com pias, instrumentos clínicos e cirúrgicos.
Outro fato que chama a atenção na história do consultório é a distância percorrida, entre o Sertão de Moxotó e o município de Goiana, pelos cirurgiões dentista Ricardo Borges e Lady Meire e seus assistentes Kevin Franco e Ana Cleide: 561 quilômetros só de ida. “Embora a distância seja um desafio constante a ser vencido, não poderia ficar indiferente a uma iniciativa tão humana e tão comprometida com o bem-estar do próximo como esta da Pão é Vida. Sinto-me privilegiado em fazer parte desse projeto, ressaltou o dentista voluntário e sócio administrador da Dental.com,
Desprovidos de qualquer unidade básica de saúde, os moradores de Moxotó ficaram agradecidos e emocionados com a iniciativa {...} “Uma comunidade que sempre foi esquecida como a nossa, agora tem um consultório dentário. Como não se emocionar? Obrigado Pão é Vida por nos tratar com dignidade,” agradeceu seu Alcides.
 “Nossas despesas mensais se concentram no custo de material clinico, na alimentação e no combustível para o transporte de dentistas e assistentes voluntários, contou Joana. Outras informações sobre o trabalho da ONG e formas de como ajudar a manter o consultório no sertão pernambucano, acesse:  http://ongpaoevida.blogspot.com.br/.

Fonte: https://nodetalhe.com.br/ong-pao-e-vida-implanta-consultorio-odontologico-no-sertao-de-pernambuco/